Decorated Grey Christmas Tree

domingo, 28 de agosto de 2016

A Vida de Pi

Piscine Patel é filho do dono do Zoo, o pai de Pi decidiu vender tudo e imigrar para o Canadá, onde tinha familiares. Na viagem de barco para o outro continente, o barco naufraga, Pi vê-se assim no meio do oceano com 1 tigre, 1 hiena e um oragotango...


Mais uma história genial de Martel. Uma viagem alucinante em águas do indico, onde Pi vive uma história extraordinária. Martel tem um grande problema com religião, pois este facto está presente em todos os seus livros. A dualidade das histórias é no minimo fascinante, Martel apresenta-nos duas realidades, o leitor depois escolhe a que mais lhe agradar, mas será que a que mais agrada é a verdadeira??? A escrita é sublime , porém, achei que o autor se repetiu demais no periodo em que Pi esteve à deriva. Algumas dessas partes foram bastante monótonas, mas isto foi um pequeno pormenor. 4.60 estrelas

The beauty of Darkness

Lia sobrevive, Rafe carrega-a nos braços e encontra os seus soldados, Lia é tratada e salva. Mas a guerra é certa, o Komizar também sobreviveu ao golpe fatal de Lia, tem um exército de 120 mil soldados e armas desconhecidas para os outros reinos, avizinha-se uma luta sangrenta...

Este foi para mim o pior livro da trilogia. A escrita perdeu um pouco da qualidade, tem páginas a mais, com coisas que não fazem falta nenhuma à trama. Os personagens também ficaram para trás, digamos, a autora só se focou em Lia, esquecendo-se um pouco dos outros, que tiveram um papel importantíssimo na trama,e aqui são meros peões. A ação é quase inexistente, o ritmo é lento. O fim foi fácil demais, foi previsivel demais. 3 estrelas 

A Rapariga que sabia demais

Melanie tem 10 anos vive numa cela, assim como outro punhado de crianças. O que resta da humanidade, vive em cidades cercadas por muros altos. 


Mais um livro de zombies, é só o que tenho a dizer. A história é como centenas de outras , a escrita não é nada de especial, é aborrecida, não prende o leitor. Os personagens , como é evidente, também não progridem. Este livro não traz nada de novo, contudo, gostei da explicação do autor, quanto à solução dada para a humanidade. Basicamente é um monte de pessoas a fugir dos zombies. 2.5 estrelas

A maldição do Vencedor

Kestrel é filha do general de Valória, mas a jovem não tem a menor pretensão de se alistar. É uma grande estratega, talvez até melhor que seu pai. Num passeio pelas ruas da cidade, Kestrel depara com um leilão de escravos, sem saber porquê licita , sem saber como é dona de um homem...Arin


Confesso que não tinha grandes expectativas em relação a este livro, mas como estava enganada. O ritmo de início é algo lento, mas viciante, a autora mantém o suspense e a vontade de voltar as páginas durante todo o livro. A escrita é simples, bonira e cativante. A progressão dos personagens é fantástica, a partir do meio do livro, as surpresas sucedem-se, culminando com um brutal cliff hanger (já comprei os restantes) a tradução é má, não é novidade, mas de qualquer maneira aconselho muito este livro. 4 estrelas

The Crimson Skew

Sophia chega finalmente a Boston, uma estranha nuvem vermelha, ameaça  destruir o mundo. A viagem às Terras Papais, deu-lhe algumas pistas, mas não o suficiente, o perigo não passou, e a ameaça de guerra é outra certeza.


A conclusão da trilogia foi uma decepção, a narrativa continua lenta, os personagens não evoluem, a autora não deu respostas, a história é confusa, as descrições são pobres e escassas. A escrita é realmente a única coisa boa. A melhor descrição para esta trilogia seria: 3 livros cheios de boas ideias. 2.5 estrelas

The Golden Specific

Sophia Tims descobre através de mapas, o paradeiro de seus pais há muito desaparecidos. Embarca numa viagem que a irá levar a lugares de outra Era, onde tudo pode acontecer.

Este 2º livro não traz grandes surpresas, a autora tem boas ideias, mas é só isso mesmo, ideias, que não consegue desenvolver. Não consigo perceber quem é o personagem principal. O ritmo da história é lento, a escrita é de grande qualidade (faz lembrar a escrita dos autores dos clássicos) mas como referi anteriormente, a autora não desenvolve. O leitor vê-se assim no meio duma trama ( que até poderia ser brilhante) confusa e dispersa, sem respostas. Os personagens também não progridem, e falta o tal elemento de suspense que cola o leitor ao livro, pela escrita e pelas ideias...3 estrelas.

segunda-feira, 8 de agosto de 2016

The Glass Sentence

Sophia Tims vive com o seu tio em Boston, corre o ano de 1891, 100 anos passaram desde a 'Grande Rutura', que deixou o mundo em diferentes Eras, desde a pré-história, até ao futuro. Sophia e Shadrak (seu tio) desenham mapas, mapas muito peculiares, mapas holográficos. Depois do rapto de Shadrack, Sophia empreende numa viagem fantástica ..


Uma boa leitura , sem dúvida, a escrita é simples mas cativante, a história é original e intrigante.A trama desenvolve-se a bom ritmo , num mundo fantástico e por vezes agressivo. Não entendi como eles fazem os mapas, a descrição da pirâmide de vidro também é confusa, então a pirâmide era aberta ou fechada?? De qualquer maneira estou intrigada com estas Eras, e principalmente como e por que é que a tal rutura aconteceu. 4 estrelas

O Homem Duplicado

Tertuliano Máximo Afonso, ilustre professor de História decide ver um filme, pede ajuda ao colega de matemática e leva para casa o filme : Quem Porfia Mata Caça. Qual não é o seu espanto que ao visionar o referido filme, tem noção que um dos personagens é igual a ele próprio...

Seria arrogâmcia da minha parte estar a falar de Saramago, o Génio,o que posso dizer??? A escrita não tem pontuação,  é magnífia . Saramago escreve para dentro, para si, não lhe interessa se o público vai gostar ou não, a sua sabedoria é imensa. 100 estrelas ou mais



The Crimson Crown

Raisa é raínha, o que lhe traz muitos inimigos, inclusive os seus próprios generais. Ela quer unir os povos , quer unir feiticeiros e guardas para combater os invasores dos outros reinos. Bayar (o chefe dos feiticeiros) está decidido a acabar com a linhagem das raínhas e quer colocar um feiticeiro como Rei. 

Cuffs, faz descobertas fundamentais, descobre onde estão guardados os talismãs milenares do rei demónio...como prova dessa descoberta Cuffs traz a coroa de ouro da raínha milenar Hanalea...

Uma conclusão brilhante da saga, brilhante. Não deixou pontas soltas, manteve o suspense até à última página, e foi aumentando a fasquia do interesse. Já disse tudo sobre a escrita nos posts anteriores. Uma escritora a seguir, sem dúvida, uma saga que recomendo a todos os fãs de Harry Potter. 5 estrelas

The Exiled Queen

Raisa toma conhecimento do plano de sua mãe , deverá casar com o mago Micah, nesse mesmo dia, sem aviso prévio portanto. Nada há a fazer ...decide fugir, com a conivência de seu pai Averil e do seu capitão da guarda Amon. Dirige-se para uma academia a sul, onde passará por outra pessoa...Cuffs foi também para a mesma academia, a mando do clã do pai de Raisa.As coisas correm mal....


Mais uma vez a autora brinda-nos com uma excelente história, uma excelente narrativa e uma magnífica estrutura. O que mais sobressai na trama é realmente, o leitor não saber o que a autora pretende, a história vai-se desenrolando e só mesmo no 4º livro é que nos é dado a conhecer o propósito da trama. A escrita é simples mas viciante, eu li os 4 livros de seguida. Os personagens são fantásticos e cativam o leitor. 5 estrelas